De onde veio o macarrão

Um grande mistério envolve a verdadeira origem do macarrão. Muitos povos afirmam ser os inventores desta deliciosa massa, mas é difícil dizer exatamente onde e quando surgiu.  Na Roma antiga do séc VII a.C., comia-se papa de farinha cozida em água, chamada puls; há referência à massa usada em cerimônias religiosas do séc V a.C. no Talmud de Jerusalém; também constava sucesso do macarrão em textos antigos por volta de 2500 a.C,, em que assírios e babilônios relatavam existência de pasta cozida à base de cereais e água.

Mas a versão mais aceita pelos historiadores é de que os árabes levaram o macarrão à Sicilia no séc IX ao conquistar a maior ilha italiana. Outra bem comum é de que o macarrão teria vindo para o ocidente nas mãos do mercador veneziano Marco Polo, ao voltar da China no séc XIII: teria trazido receitas deliciosas de massas feitas com “sagu”. Mas não existe comprovação de que sagu era trigo ou que a massa era macarrão: o dono deste relato foi o editor de seu livro de memórias, que quis explicar melhor o ingrediente e talvez tenha inventado a origem chinesa do macarrão. Certo é que na Renascença (séc XIV-XVI), o macarrão já tomava parte da vida italiana.

Apesar de tantas versões, é fato que os italianos foram os maiores difusores e consumidores do macarrão por todo o mundo: inventores de 500 variedades de tipos e formatos, a partir do séc XIII. E foi nesta época que incorporaram ao macarrão um ingrediente nobre: a farinha de grano duro (permite cozimento correto).  Muito tempo como receita caseira, passou a ser industrializado a partir do século XIX, quando apareceram as primeiras fábricas de massas: por volta de 1800, com a expansão marítima, o macarrão foi levado ao resto da Europa e do mundo, comercializado e popularizado.


Siga nosso perfil no Instagram !

Clique aqui   👉         

A partir de abril, acompanhe nossas receitas, diretamente da Toscana !


Originária do grego “pastillos”, a “pasta” italiana traduz, na verdade, a grande história de amor dos italianos pela culinária e farta mesa. O livro I Museo Immaginario della Pasta de Umberto Allemandi & C. relata: “a massa é tida como elemento essencial na vida dos italianos. Uma reunião familiar tem que acabar em massa”.  No Brasil, o macarrão chegou com a imigração italiana na segunda metade do século XIX, quando dos desembarques no porto de Santos (SP,) para trabalhar nas fazendas de café do sul e sudeste.

 

China, Arábia ou Itália: não importa a origem do macarrão. O que, de fato, importa é degustá-lo. E mais intensamente ainda com um bom vinho! A origem não alterará o sabor tão agradável desta que é uma das melhores invenções culinárias de todos os tempos.

 

 

Compartilhe nas redes sociais e delicie-se

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Categorias

InSSieme Wine
IGT Toscana

AluSSinante Wine
IGT Toscana

premiações vinho alussinante

Fale Conosco

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.