Os cervos na Toscana

Os cervídeos, cervos ou veados são animais mamíferos, de caça, ruminantes e subdividem-se em várias espécies. Colonizadores de quase todos os tipos de territórios, são muito comuns na Europa, ainda que nas altas montanhas. Aliás, estão bem distribuídos por todos os continentes, exceto Austrália e Antártida, e estima-se haver 50 espécies de cervídeos espalhadas pelo mundo.

Anatomicamente falando, são ungulados (animais de cascos). E como herbívoros – comem principalmente brotos, folhas, frutos, algas e fungos – possuem alimentação específica devido aos poucos recursos do estômago, que não processa vegetação fibrosa. Também necessitam de nutrientes minerais para o crescimento das galhadas.

Característica distintiva dos machos (exceto nas renas), as galhadas são ossos de verdade que se desenvolvem em estrutura única. Ramificadas, nascem todos os anos nos machos em meio a uma capa de pele repleta de vasos sanguíneos – que seca ao atingir o tamanho máximo – e caem após a reprodução. Mais exuberantes nos cervos mais velhos, a função das galhadas diz respeito à disputa pelas fêmeas no período de reprodução, quando eles usam as hastes para empurrar os rivais e que muitas vezes causam sérios machucados no rival. Dessa forma, as fêmeas estão na linhagem sem galhadas – de fácil reconhecimento.

A gestação da fêmea varia de 7 a 9 meses e certamente terá apenas um filhote, que será assim considerado até o primeiro ano de idade. Com algumas manchas brancas no dorso (até 2-3 meses), os filhotes iniciarão aprendizado para correr com segurança e obter alimento por conta própria – época em que as galhadas começarão a crescer nos machos. Pelo fato de a fêmea gerir apenas um filhote por ano e para que estes animais não se tornem extintos, há rígida proteção das autoridades locais, que resultam em controlada sazonalidade da caça (inclusive, cercada de algumas superstições como caçar apenas para comer, sob pena de infelicidade). Na Toscana, quando permitida e para perder o forte sabor selvagem, a caça passará por considerável e específico preparo em vinho, cebolas, pimenta, canela, sal, cravos, salsão, alecrim etc.

Em várias partes do mundo, os cervos simbolizam regeneração, gentileza, suavidade, intuição, fertilidade e paz. Há, também, outras diferentes simbologias em que são vistos como conexão com os deuses pelo fato de ensejar maior proximidade do céu através das galhadas.

Viva a natureza!

Ti aspettiamo qui presto!

 

Compartilhe nas redes sociais e delicie-se

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Categorias

InSSieme Wine
IGT Toscana

AluSSinante Wine
IGT Toscana

premiações vinho alussinante

InSSieme Wine
IGT Toscana

AluSSinante Wine
IGT Toscana

premiações vinho alussinante

Fale Conosco

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Ficha técnica

Ficha técnica